Loja Compra facil Lingerie

Calcinha tailandesa: conheça a peça e as vantagens para a

A lingerie é uma escolha certeira para apimentar a vida sexual. Escolher sutiã e calcinha bonitos, além de aumentar o desejo do parceiro ou da parceira, ajuda diretamente na autoestima de quem veste. Resumindo, é o melhor dos dois mundos.

Mas e se a gente disser que, além de garantir beleza e confiança, a lingerie também pode ter uma finalidade prática na sua vida sexual? Esse é o caso da calcinha tailandesa, modelo que surgiu há alguns anos no universo das roupas íntimas e está cada vez mais sendo procurada.

Então, vamos falar sobre o que são as calcinhas tailandesas e como aproveitar todas as suas vantagens!

O que é a calcinha tailandesa?

Quem olhar rapidamente, pode pensar que a calcinha tailandesa é uma calcinha fio dental, como outra qualquer. Porém, esse modelo em específico conta com uma pequena abertura na região da vulva, cercada por pérolas.

Portanto, a calcinha tailandesa deve ser usada durante o sexo. Isso mesmo, você não vai tirá-la!

O que acontece é que as pérolas presentes irão entrar em contato com toda a circunferência do pênis, no momento da penetração.

 

É importante lembrar que essas pérolas são presas por um material elástico e se adaptam a diferentes tamanhos. Então, não precisa ficar com medo de arrebentar a costura ou apertar demais seu parceiro, a ponto de machucar.

É esse contato com a joia (que, na verdade, pode ser bijuteria também) que vai estimular, e muito, a região, além de oferecer maior pressão em torno do pênis, mas sem ferir.

Percebe-se que a calcinha tailandesa não é feita pensando apenas no prazer masculino. Nada disso!

Além de massagear a região da vulva, muitos modelos também possuem pérolas na parte de dentro da peça. Dessa forma, a região do clitóris é diretamente estimulada, principalmente durante o movimento de vai e vem.

Esse modelo de lingerie foi pensada baseando-se no princípio da massagem do colar de pérolas, técnica que foca no prazer de ambos do casal durante o ato sexual.

Massagem com colar de pérolas

A técnica da massagem do colar de pérolas vem chamando muita atenção nos últimos anos entre os sexólogos e profissionais da área. Porém, ela não é de hoje!

Uma das primeiras vezes que essa massagem foi mencionada foi no livro da educadora sexual Lou Paget chamado “Seja uma Amante Sensacional”, de 1993. Não à toa, muitos ainda se referem à técnica como “massagem Lou Paget”, em homenagem à autora.

O que Paget percebeu foi que as pérolas podem oferecer uma massagem deliciosa e muito excitante, quando corretamente manuseadas.

De maneira geral, a ideia é que o casal se utilize de um colar comum do tipo. É preciso apenas ter cuidado com o material utilizado para prender as pérolas. Em peças originais, muitas vezes se usa a seda, porém, aconselha-se um fio de náilon, por ser um material mais resistente.

Com o colar, o casal pode brincar da forma que achar melhor. O foco nesse caso costuma ser o pênis. Com a mesma lógica da calcinha, é possível enrolar todo o colar pela região e movimentá-lo. Entretanto, é possível também passar as pérolas por todo o corpo, tanto do homem, quanto da mulher.

A calcinha tailandesa parte desse princípio e transforma a massagem de pérolas em algo bem mais prático, que acaba sendo super prazeroso para todos os envolvidos.

Vantagens da calcinha tailandesa

Além da vantagem mais óbvia (o prazer), existem outros benefícios que a calcinha tailandesa pode trazer para sua vida sexual.

Quem experimentar a peça, além de ter grandes chances de aprimorar o relacionamento, também irá descobrir novas formas de sentir prazer e se conhecer um pouco melhor.

Confira essa lista!

Algo novo na relação

Muitas vezes, principalmente em relações mais longas, podemos deixar a vida sexual cair na rotina. Isso é normal e, se for do agrado dos dois, não tem problema.

Porém, é inegável que tentar algo novo de vez em quando ajuda a manter a paixão acessa. É uma forma de ser mais feliz em uma relação mais saudável.

Se você é uma pessoa mais tímida, pode ajudar ainda a se soltar e descobrir novas áreas de prazer. E, claro, a calcinha tailandesa é super indicada para isso! Além de ser um pouco mais discreta do que fantasias completas e objetos como chicotes, ela aumenta os níveis de prazer rapidamente.

Maior intimidade

Testar coisas novas, além de apimentar a relação, também promove uma maior intimidade com o parceiro.

Ao discutir sobre a calcinha tailandesa, vocês podem conversar também sobre outras coisas que gostariam de experimentar, o que dá certo e o que não dá com cada um. Além disso, a intensificação do prazer é ideal para aumentar a aproximação do casal, né?

Se vocês gostarem da calcinha, assim como a maioria das pessoas que resolveram testá-la, pode ser que a peça faça parte de muitos momentos da sua vida sexual.

Retomada do controle

A calcinha tailandesa também pode ajudar mulheres a retomarem certo controle da própria vida sexual.

A partir do momento em que você sugere tentar algo novo na relação, já é um grande passo. Esse passo fica maior ainda quando o produto tem o foco do prazer na região da vulva, como é o caso da peça.

Além disso, na utilização da calcinha, o mais recomendado é que você fique por cima do parceiro. Assim, também, poderá comandar o ritmo.

Sem contar que a peça, por si só, aumenta a autoestima e a confiança das mulheres. O importante é buscar essa segurança no parceiro também, para relaxar e realmente aproveitar.

Dicas para utilizar a calcinha tailandesa

Apesar da peça ser super prática e intuitiva, é sempre bom tomar alguns cuidados, a fim de deixar a relação o mais prazerosa possível!

Use lubrificante

A lubrificação é uma etapa importantíssima em qualquer relação sexual. Não faltam modelos de lubrificantes sintéticos no mercado erótico.

Porém, para experimentar a calcinha tailandesa, esse passo se torna ainda mais importante. O contato da pele com as pérolas pode machucar se ambos não estiverem devidamente lubrificados.

Por isso, lembre-se de passar o produto tanto no pênis do parceiro quanto nas pérolas da calcinha. Uma dica importantíssima é optar pelos lubrificantes à base de água, que são menos agressivos a pele.

Tenha um diálogo com o parceiro

Como dito anteriormente, para ter muito prazer durante a relação é importante ter confiança e segurança no seu parceiro. Por isso, o diálogo é essencial.

É legal que você tenha abertura para falar como se sente, o que mais gosta e como gosta. Assim como é importante que ele possa falar com você também.

Para introduzir uma conversa sobre calcinha tailandesa, por exemplo, você pode falar que ouviu sobre a peça em algum lugar e ficou curiosa. Pergunte o que ele acha e falem um pouco sobre o que esperam da experiência.

Escolha peças de qualidade

Por último, mas não menos importante, não deixe de priorizar peças de qualidade.

A lingerie, como um todo, deve ser feita com um tecido apropriado, sem custuras mal feitas. Caso contrário, pode provocar coceira, alergia e até mesmo inflamações na região íntima.

No caso da calcinha tailandesa, então, isso é mais importante ainda!

Como é uma peça com pérolas e que será usada durante o ato sexual, é essencial que você se certifique que tudo está bem preso, feito com um tecido de qualidade e que não irá machucar ninguém durante o sexo.

 

Achou interessante e ficou com vontade de experimentar a calcinha tailandesa? Confira o nosso modelo disponível, escolha a cor que mais combina com você e aproveite a experiência!

Por Susi M3 em Roupas

produtos para você se inspirar

D135

Publicações semelhantes

veja
ASSINE NOSSA NEWSLETTER!
Não perca nenhuma atualização
e ainda garanta descontos em nossa loja!
Posts Recentes
Posts Mais lindos